Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

10 de out. de 2017

Auto Posto Quixabeira é assaltado

O Auto Posto Quixabeira, foi assaltado na tarde desta terça-feira, 10 de outubro de 2017, por volta das 15h45min, na cidade de Quixabeira. 

Segundo informações da frentista, dois homens em uma moto de cor e placa não observada, lhe deram voz de assalto, e com um revolver na mão de um dos meliantes, forçaram a entregar o dinheiro

Em uma ação rápida os indivíduos evadiram do local pela BA 791 em direção ao Povoado de Ramal, que fica nas margens da BR 324.

No momento que a PM estava no local fazendo a ocorrência no Posto Quixabeira, eles receberam uma ligação do Povoado de Baixa Grande, informando que suspeitos estariam circulando pelo povoado. 

Fonte: Ril de Beto

Vem Aí a abertura do 3.º Natal Solidário em São José do Jacuípe


Radialista Jota Fernandes da Rádio Gazeta FM foi sequestrado e espancado em Riachão do Jacuípe

A noite deste domingo (8) foi de terror e medo para o radialista Jota Fernando da Rádio Gazeta FM de Riachão do Jacuípe, no final da tarde ele após fechar a sede da emissora, voltando para sua casa pelo loteamento Guarapuava, foi sequestrado e sofreu diversas agressões.

Segundo ele relatou a nossa reportagem, Jota estava conversando com um vizinho a cerca de 100 metros de sua casa, quando um carro parou e dois homens colocaram ele dentro e começaram as agressões, socos na cabeça e pelo corpo.

Após rodarem algum tempo com o radialista no carro sendo espancado, eles seguiram para o bairro da Barra, onde pararam em frente a casa da mãe da ex-companheira de Jota, ele foi levado para dentro da casa e ameaçado de morte.

“Eles queriam que eu confessasse que batia em minha ex-mulher, mas eu nunca fiz isso, disse a eles que eu podia morrer, mas não ia dizer que fiz algo que eu não fiz, fiquei com muito medo”, disse ele.

Jota Fernando disse ainda que uma pessoa, parente do dono da casa o ajudou a sair e o levou para a casa de sua mãe, e que os agressores seguiram para o local e continuaram as ameaças, Jota disse que ambos são parentes de sua ex-mulher.

“Estou com muito medo, peço a Deus que mais nada aconteça, não suporto violência, sou uma pessoa calma, tranquilo, nunca procurei confusão com ninguém, todos e Riachão me conhece e sabe de meu caráter”, completou.

Uma queixa foi registrada e a polícia civil vai investigar o fato, o radialista foi atendido no Hospital Municipal de Riachão do Jacuípe e depois foi liberado e já está aos cuidados de sua família.

http://horadaverdade104.blogspot.com.br

Por: Alanna Adriele

Visita Online