Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

30 de set. de 2020

Mais informações; Apontado pelo polícia de matar Jeovane sanfoneiro, é preso em Jacobina, informa 91ª CIPM

 

De acordo com relatos do Major Berenilson, comandante da 91ª CIPM – Companhia Independente de Polícia Militar – com sede em Capim Grosso, foi preso por volta das 13:30min desta quarta-feira, 30 de Setembro, em Jacobina, o homem apontado pela polícia de matar Jeovane da Silva Souza, sanfoneiro e comerciante do setor de culinária, no dia 06 de Setembro, por volta das 18h, na comunidade da Pimenteira, município de Quixabeira, crime que chocou a população de Capim Grosso, com grande repercussão em toda a Bahia. 

Dono de um carisma sem igual, o sanfoneiro, que vinha conquistando a Bahia, com seu grande talento, teve passagens pelas bandas: Caciques do Nordeste, 100 Parea, dentre muitas outras apresentações, deixando assim sua marca também no comércio em Capim Grosso, cidade que ele escolheu com a sua família, para ser o seu pedaço de chão, com a implantação de um restaurante, com base na culinária Japonesa, em Maio de 2009, na Avenida ACM, centro da cidade, com pratos deliciosos feitos ao vivo para o cliente, para anos mais tarde mudar para a Avenida Luís Eduardo Magalhães, sentido praça da Prefeitura. Além do delicioso cardápio, os encontros de amigos e familiares, no Restaurante Ayoma, que por sinal foi colocado à venda, pela esposa de Jeovane, era regado também pelo som diferenciado da sua sanfona, que virou marca em seu estabelecimento comercial e nos grandes palcos de forró da Bahia. 

O corpo de Jeovane, foi encaminhado ao DPT – Departamento de Polícia Técnica – com sede em Jacobina, para os procedimentos de praxe, com velório realizado no dia seguinte ao fato, no Memorial Pafac, diante de muitas homenagens, todas ao som da sanfona, em seguida o corpo foi levado para a comunidade de Santo Agostinho, pedaço de chão, onde Jeovane nasceu, para mais homenagens e a despedida final ao amigo, que deixou uma grande saudade no coração de familiares, amigos, clientes e admiradores da arte, sempre conduzida pelo som da sanfona. 

Ainda de acordo com o Major Berenilson, a ação que resultou na prisão do suspeito, o homem que está sendo apontado pela polícia, de ter tirado a vida de Jeovane, com um tiro, envolveu policiais da 91ª CIPM e 24ª CIPM, com sede em Jacobina, corporação essa que tem o comando do Major Flailton Oliveira, tendo como culminação da ação, denúncias anônimas, com o suspeito sendo encaminhado para a prisão, ficando assim a disposição da justiça. 

Outra informação, essa passada pelo delegado do caso, Dr. Humberto Marino, da cidade de Quixabeira, que o suspeito de matar Jeovane tem problemas mentais e segundo o CRAS de Quixabeira, o mesmo faz tratamento psiquiátrico, com o mesmo também sendo aposentado pelo BPC – Benefício de Prestação Continuada. 

Texto: Arnaldo Silva, DRT – 2805/BA – Fotos enviadas pelo Major Berenilson, da 91ª CIPM/Capim Grosso.

Nenhum comentário:

Visita Online