Web Rádio Foguinho Eventos Zap (74)99954-6957

5 de fev. de 2020

SERVIDORES MUNICIPAIS DE PINTADAS EXIGEM REAJUSTE SALARIAL, DEFASADOS HÁ 4 ANOS

Na tarde de ontem, terça-feira (04), aconteceu na Câmara de Vereadores de Pintadas, uma assembleia geral extraordinária, dos trabalhadores do serviço público Pintadense, organizado pelo SINSPUPI – Sindicato dos Servidores Públicos de Pintadas, onde na oportunidade, os serventuários municipais tiverem como pautas de discussão: 
Piso nacional dos profissionais do magistério (Lei 11.738, de 16/07/08) – não pago pela gestão atual do prefeito Batista da Farmácia (DEM). O último reajuste da categoria foi em 2016, na gestão do prefeito Corujão (PT);
Não pagamento de insalubridade aos agentes comunitários de saúde e endemias (Lei nº 13.342/16);
Atrasos nos pagamentos das diárias dos motoristas; 
O não reajuste dos salários de várias categorias de servidores municipais. Na atual gestão, apenas os servidores que recebem salário mínimo (Lei nº 13.152, de 29/07/15) tiveram seus vencimentos atualizados – R$ 1.0039,00.

Nossa redação conversou com o presidente do Sindicato, Profº Iury Siqueira, que nos disse que desde sua posse, março de 2017, vem tentando provocar um diálogo com a gestão, no intuito de encontrar saída para os impasses que travam os reajustes e os reconhecimentos dos direitos dos trabalhadores municipais de Pintadas, mas que em nenhum momento esta discussão foi aberta. 

Os servidores municipais também afirmam que a atual gestão, não respeita os trabalhares municipais e que em muitas vezes são perseguidos em seus locais de trabalho – assédio moral (Lei 4742/01 CP).

Ficou decido em assembleia, a formação de uma comissão, representada por servidores de diversas áreas, encaminhar ofício, na tentativa de mais uma vez, dialogar com o prefeito sobre as questões em pauta.
Informações : SINSPUPI

Nenhum comentário:

Visita Online